Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Telma_txr

Mix de leituras, organização, tv, filmes, tecnologia e de mim, claro!

Telma_txr

Mix de leituras, organização, tv, filmes, tecnologia e de mim, claro!

04.12.13

Beyond Shame

Pois é, se há livros que têm tudo para dar certo para se gostar deles e depois não gosto, há outros que parecem condenados ao insucesso e revelam-se uma boa surpresa. "Beyond Shame" foi o perfeito exemplo dessa segunda situação. Sabia que este era um livro auto-publicado e que a dupla de autoras utilizam o pseudónimo "Kit Rocha" para este tipo de livros eróticos. Logo aí elementos suficientes para me deixar de pé atrás. No entanto este não é apenas mais um livro "feito a metro" para publicação online como muitos que agora existem. Estou a falar de um livro erótico sim, mas com uma linguagem e ritmo eróticos como há muito tempo já não lia, talvez desde os tempos da leitura do "Delta de Venus" de Anaïs Nin. E tremo com a comparação, porque Nin está num pedestal a que é difícil ascender. Como me atrevo eu com uma distopia erótica a fazer tal coisa?
Talvez o melhor é esquecer mesmo que é uma "distopia" e que os personagens são, na sua maioria, "membros de um gang". Tudo isso são cenários, como sempre o são em literatura deste género. Apesar desses cenários, é conseguido um enredo relativamente complexo, que tem Noelle e a sua integração no gang como fio condutor da história, e todo um conjunto de personagens que fazem parte desse gang. Apesar dos clichés este é um livro que está acima da média de muita literatura erótica que está actualmente a ser publicada.

 

Nomes dos personagens: Noelle, Jasper, Lex, Dallas, Rachel e o tatuador Ace.

Nomes dos lugares: Eden, Section Four, City


Conteúdo sexual: Maioritariamente erótico

Tipo de cenas: Sexo oral em público, sexo em grupo, algum BDSM.

Violência física: Sim, pouca.

Violência psicológica: Não

Pontos positivos: A escrita, a estrutura, o universo.

Pontos negativos: A história pouco desenvolvida e alguns personagens.

Fez-me reflectir sobre: Regras de gangs.

 

Autor: Kit Rocha

Série: Beyond (#1)

Editora: Auto-publicado

Estante: Erótica

Período de leitura: 11 a 14 de Abril, 2013

Formato: Digital

Língua: Inglês

Classificação: 4 estrelas - Gostei muito

16.05.13

 

Expectativa: Na verdade, nenhuma. Encontrei este livro como leitura recomendada num grupo do Goodreads intitulado "The Erotic SciFi Club" e pareceu-me interessante.
Estado de espírito: Estava ainda a precisar de desanuviar da leitura de Gone Girl... sim... estava a ser uma leitura pesada e longa.
Opinião: Então... se um ciborg tem consciência que é um, porque é que se comporta como um humano? Acho que foi a resposta a esta minha dúvida que nunca foi realmente respondida. Não podia estar à espera de muito, afinaç isto é um romance erótico e isso não interessa nada. É como ele ser vampiro e brilhar à luz do dia. Ok. Confesso que a pergunta foi suficientemente irritante para me meter comichão até ao fim da história. Não me meteu confusão que ela o visse como homem-objecto ou brinquedo para o prazer e o conto (ou noveleta?) aquece bastante nesse departamento, mas confundiu-me imenso que ele tivesse sentimentos e preferências, sendo ele uma máquina. É que estragou um bocado a piada toda de estar a ler uma história com um ciborg, porque ele parecia humano. Enfim... O conto até dá umas reviravoltas interessantes na história, dá para o Johnny ter um momento à herói e a Milly o seu momento de vingança.
Resumo: Johnny é um ciborg que se disfarça de stripper e no seu espectáculo finge que é um ciborg. Milly, é capitã de uma nave espacial de carga e vai todas as semanas ver Johnny actuar. Os dois sentem-se atraídos um pelo outro. Quando Johnny vê que Milly vai à loja da sua "irmã" buscar um boneco de prazer para passar o fim-de-semana, ele decide agarrar a oportunidade para passar o fim-de-semana com ela. Só que Milly é alvo de um ataque ordenado pelo ex-marido e está nas mãos de ambos regressar à Terra sãos e salvos. Só que isso poderá implicar desmascarar a verdadeira identidade de Johnny.
Pontos positivos: As cenas de sexo: muito quentes, sim senhor!
Pontos negativos: Ciborgs com sentimentos, só modernices estranhas...
Fez-me reflectir sobre: Blade Runner.

14.11.10

Formato: e-book
Lido em Inglês

Resumo: Este livro, estilo romance paranormal, é composto por 3 contos: The Devil Inside, Devil's Jewel e Mountain Retreat. As 3 histórias estão interligadas pelas personagens, que se conhecem umas às outras. The Devil Inside, conta a história de Gina e Caleb. Gina tem premonições desde criança e uma ligação empática com o seu irmão Angelo (Devil). Caleb é o típico homem normal, que tem o orgulho ferido após uma ex-namorada lhe ter dito que era um amante monótono. Claro que tudo muda a partir do momento em que conhece Gina, mas Caleb vai ter sérias dificuldades em aceitar o lado paranormal da sua amante. 
Devil's Jewel conta a história de Angelo (irmão de Gina) que tem a alcunha de Devil, e de Jewel, uma cigana cuja irmã é raptada por um demónio. Devil lê pensamentos e pertence a uma elite de soldados que luta contra forças maléficas paranormais e choca com Jewel quando ambos observam a casa do demónio que raptou a irmã de Jewel. Esta foi raptada porque é uma metamorfa. Devil e Jewel não conseguem afastar a atracção que sentem um pelo outro apesar do perigo em que estão submersos. Por fim, Mountain Retreat é a história do polícia amigo de Gina, Mac Goodman e da sua namorada da adolescência Nikki. Nikki regressa à sua vida após 15 anos de ausência, de uma forma estranha e repentina, para voltar a desaparecer. Mac vai encontrá-la na casa  que tem na montanha determinado a descobrir o que se passa com ela. Ela receia que ele a repudie quando lhe revelar o seu segredo: que é agora uma lobisomem.

Crítica: Sendo curta e grossa: não gostei. É daquelas histórias que não é carne nem é peixe, tentam-se misturar demasiados elementos e sai dali uma salganhada medonha que não cativa ninguém. Mas, começando pelo início... Este é um livro que está a ser comercializado como erótico. Sim, as cenas de sexo são descritas ao pormenor mas são desinteressantes e pobres... e toda a preparação até ao primeiro acto sexual é banal, limitando-se à simples atracção e "ele/ela é aquele" ou "uau, ele/ela é especial", o que por si só não diz nada ao leitor. E, após umas rodadas de sexo fenomenal, sai pedido de casamento, nos três contos. Então? É erótico ou é romântico? Também é comercializado como um livro com "bad boys". Confesso, que sendo o meu estilo de espécime masculino favorito, foi o que me cativou mais para começar a lê-lo. Outra desilusão, porque os rapazes desta história são todos homens certinhos, dentro dos possíveis, e são elas na verdade as "bad girls". Publicidade enganosa!! Para piorar uma história já de si fraca são acrescentados elementos sobrenaturais que nos são explicados como se tivéssemos 5 anos: ele é telepata, logo lê pensamentos. Ela tem premonições logo tem visões do futuro... Por fim, não sei até que ponto os ciganos dos EUA e Canadá são diferentes, mas sempre soube que cigana que se preze só perde a virgindade no casamento, não anda com este e outro como se fosse algo banal. Claramente que a escritora partiu de uma ideia pré-concebida que tem dos ciganos e escreveu a partir daí. Enfim...

Expectativa e estado de espírito: Sem expectativas, desejava apenas ter uma leitura relaxante à noite, antes de adormecer.

Pontos positivos: A capa.

Pontos negativos: Tudo o resto.

Fez-me reflectir sobre: que há demasiadas pessoas a escrever paranormal só para terem um público, quando nem sabem o que estão a fazer.

01.09.06

O que é que Maria de Medeiros, Orquídea Selvagem e este livro têm em comum? Se responderam sexo... hum, também!
A resposta certa será Anaïs Nin. Vejamos:
  1. Maria de Medeiros interpretou, no filme Henry and June, a escritora Anaïs Nin.
  2. Zalman King, realizador de "Orquídea Selvagem", também realizou um filme com o nome Delta de Vénus, inspirado neste livro.
Adorei este filme (que nunca mais vi desde que o meu vídeo avariou). E li o livro a primeira vez quando uma amiga minha o descobriu na Biblioteca Municipal de Beja. Como o tinha que o devolver e era uma edição antiga, já tinha perdido a esperança de o voltar a ter.
Qual não foi o meu espanto quando vi esta nova edição à minha espera na livraria onde ia todos os dias!!!!!
O que é que tem de especial para além de um livro sobre fantasias sexuais? TUDO!! Adoro-o porque não é escrito de uma forma pretenciosa, como muitas mulheres hoje o fazem quando escrevem sobre as suas fantasias.
É poético e envolvente. É resultado de um pedido especial. Um velho Colecionador de leitura erótica / pornográfica encomenda a Henry Miller (escritor e amante de Anaïs) histórias do género. Ele não tem tempo e ela escreve no lugar dele. As histórias que aqui surgem foram encomendadas ao velho colecionador. O prefácio do livro explica tudo isto.
Mas há muito mais do que isso:
Sentia-me cada vez mais triste, enervada, sequiosa de vida. Tinha a impressão que nada iria acontecer-me. Desejava desesperadamente ser uma mulher e mergulhar na vida.

- Eu sei - dizia-lhe ele - que tu és capaz de vários amores, e que eu serei apenas o primeiro; a partir de agora, nada te impede de alargares a tua experiência.


Estas, como outras frases... Elena assim como outras personagens... todo uma época revista de uma forma aberta, sem falsos moralismos...
Anaïs Nin, mesmo depois da sua morte continua a ser notícia. Li, há pouco tempo na revista sábado, um artigo que falava que Anaïs tinha sido bígama.
E ela deixou uma obra única, difícil de igualar.
Deixo aqui alguns sítios interessantes:
Delta of Venus
Delta de Vénus

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2006
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2005
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D