Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Os livros que li na minha gravidez (e depois)

por Telma Teixeira, em 06.12.17

A partir do momento em que o teste dá positivo que a mulher, agora grávida, passa a viver numa espiral de emoções, dúvidas e incertezas. Assim aconteceu comigo e, como típica bookwoorm que sou, uma das primeiras coisas que fiz foi ir comprar livros sobre o assunto.

Mais de um ano depois da compra do primeiro livro e quase 9 meses após o nascimento do bebé, aqui ficam as escolhas que fiz para me ajudar nesta aventura.

Note-se que hoje em dia, com a internet, é muito mais fácil pegar no telemóvel e pesquisar uma dúvida e foi isso que eu fiz, muitas e muitas vezes. O problema é que nem sempre encontramos a informação mais fidedigna ou devidamente organizada, como num bom livro.

Acrescento também para dizer que todos estes livros foram comprados com o meu dinheiro, que estas opiniões não são fruto de nenhuma colaboração com as respectivas editoras ou autores e que por isso toda a publicidade que receberem é inteiramente oferecida por mim.


O grande livro da grávida, de Marcela Forjaz

Porque o comprei: Foi o primeiro livro que comprei sobre o tema, após o meu teste positivo. Ao folheá-lo na livraria percebi que estava organizado por linha de tempo, ou seja, desde o momento em que se pensa em engravidar até ao pós-parto e percebi que assim seria muito mais fácil para mim ir lendo-o a pouco e pouco evitando assim um excesso de informação sobre todas as transformações que iria viver na gravidez.


O que encontrei: São 382 paginas de informação clara e concreta sobre toda a vertente física da gravidez: as transformações do corpo, os exames, o desenvolvimento do feto, os diferentes tipos de parto, etc. “Devo pintar as unhas e o cabelo estando grávida? Devo optar por um parto normal ou cesariana? O que devo esperar da ecografia morfológica?” são algumas das questões apresentadas na contra-capa e cujas respostas estão no seu interior. Também tem inúmeras imagens e ilustrações que ajudam a visualizar os temas abordados.


Recomendo-o? Sem dúvida. É escrito por uma ginecologista e obstetra e por isso a informação nele contida é principalmente informação científica que poderá responder a dúvidas que o médico não respondeu ou que parecem triviais.O que menos gostei: Apesar de ser um livro bastante claro e concreto a nível científico sobre o tema da maternidade senti que lhe faltava também a parte afectiva, a das emoções. Isso não torna o livro imperfeito ou incompleto mas foi a razão que me levou à compra do livro seguinte.


O livro de magia das mães, de Constança Cordeiro Ferreira

 

30841205.jpg

Porque o comprei: Como disse no parágrafo anterior, a um determinado momento senti falta de ler algo mais além do que uma descrição das alterações a que o meu corpo estava a ser submetido todos os dias ou os exames que ia fazer. Precisava de algo que me dissesse: “Vais ser mãe e é isto que vais sentir!” Parece estranho mas, durante uma grande parte da gravidez senti que era algo que estava a acontecer apenas a MIM e não a mim e a um outro ser, aquele que crescia dentro de mim. Era como se ele fosse apenas um bebé imaginado e, como tal, não estava a conseguir sentir-me maternal e histericamente feliz por ir ter um filho. Quando o folheei na livraria percebi, pelo índice, que ia abordar muitas das dúvidas que eu tinha para o pós-parto: amamentação, dormir, mimo e gerir a família mas foi um dos pontos ““Quando nasce um bebé, também nasce uma mãe”, ou porque é que isto nem sempre é automático.” que me fez comprar o livro.


O que encontrei: Ela aborda esta questão da maternidade de uma forma muito autêntica mas reconfortante, passando a ideia que, seja quais forem as dificuldades que vamos encontrar, nós vamos conseguir. Ajudou-me imenso a largar o medo do que aí vinha e a viver a gravidez com mais felicidade. Em muitos aspectos senti-me mais pronta para ser mãe depois de ler este livro.


Recomendo-o? Eu chamo-lhe o livro que me deu a conhecer a Constança Cordeiro Ferreira. Nunca a conheci pessoalmente mas passou a ser uma das minhas escritoras favoritas, apesar de escrever apenas sobre bebés. E foi por isso que comprei o outro livro dela.

 

Os bebés também querem dormir , de Constança Cordeiro Ferreira

 

Porque o comprei: Porque tinha acabado o outro livro dela e queria mais. O que eu percebi quando já estava a ler “O livro de magia das mães” é que “Os bebés também querem dormir” tinha sido o primeiro livro e, de alguma forma achei que podia me estar a escapar alguma coisa e por isso precisava mesmo de o ler.


O que encontrei: Bem... mais do mesmo. Na verdade ambos os livros não são muito diferentes. Apesar deste abordar mais a questão do sono a verdade é que ambos focam muito a amamentação e as dificuldades que encontramos para amamentar.


Recomendo-o? Sim mas como o acho muito parecido com o outro livro e ambos focam bastante a questão da amamentação, penso que este não é o livro ideal para quem anda a desesperar com as noites difíceis que o bebé dá.

 

O grande livro do bebé, de Mário Cordeiro

o grande livro do bebé de mário cordeiro

 Porque o comprei: Por recomendação de alguém num grupo no Facebook como um bom apoio além do pediatra para tirar dúvidas. O Dr. Mário Cordeiro é um pediatra muito conhecido e é o pai da Constança Cordeiro Ferreira!


O que encontrei: Provavelmente o livro que li e consultei mais vezes nestes 8 meses e meio de vida. Tem imensa informação sobre o desenvolvimento do bébé, sobre as doenças de que pode padecer, sobre o peso e a amamentação, assim como a alimentação com leite artificial. Dúvidas como por exemplo: “Devo levá-lo à praia?”, introdução da alimentação complementar, o que é a crosta láctea, a partir de que temperatura é febre, etc... É mesmo um livro completo de que apenas lamento não estar todo ele organizado por etapas (semanas e meses de vida) tal como “O grande livro da grávida”. Teria sido mais fácil de consultar se assim estivesse.


Recomendo-o? Sim, sem dúvida. Creio que não deve haver no mercado outro tão bom como este. Foi um pouco caro mas merece o preço que custou.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:30


2 comentários

Imagem de perfil

De Life Inc a 06.12.2017 às 11:25

O do Mário Cordeiro é a "bíblia" lá de casa!

xoxo
Marta
Perfil Facebook

De Telma Teixeira a 06.12.2017 às 12:51

Lá em casa também. Já me salvou os nervos muitas vezes! 

Comentar post



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2005
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D