Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Telmixa

Mix de leituras, organização, tv, filmes, tecnologia e de mim, claro!

Telmixa

Mix de leituras, organização, tv, filmes, tecnologia e de mim, claro!

Ler para outrém

Normalmente leio para mim. De boca fechada a sós com a voz na minha cabeça. A compreensão da história passa pela empatia que estabeleço com o autor que a conta, pelo meu estado de espírito, maturidade e outros factores afins.

Mas estou neste momento a viver uma experiência um pouco diferente: estou a ler e a recontar o que estou a ler a outra pessoa, que por sua vez não gosta de ler. Apesar de ainda ter feito algumas tentativas para que lesse este livro também, a resposta foi absoluta: "Não não. Tu lês e contas-me mais rapidamente a história do que eu alguma vez a tentar lê-lo sozinho." Ele não gosta de ler e isso não me choca. Mãe, pai, irmão e metade dos meus amigos simplesmente não lêem.

No entanto ele gosta de histórias e, quando me perguntou: "O que estás a ler?", ao que respondi "Um livro sobre duas irmãs cuja única alternativa após o suicídio da mãe é integrarem um grupo de colonialistas de um novo planeta, cuja nave acaba por ser atingida por asteróides enquanto hibernavam e acabam por ir parar a um planeta desconhecido." ele disse: "Isso parece muito interessante. Não queres ler e ir-me contanto um pouco todos os dias?"

E assim tem sido. Cada pedacinho que leio das 1277 páginas que constituem o "The Last Hour of Gann" são por mim reinterpretadas e recontadas em voz alta, tal como antigamente as pessoas contavam as histórias aos filhos e amigos, porque não havia livros ou televisão.

Não foi tarefa que tomei de ânimo leve pois a ideia parecia-me quase blasfema. Um livro é para ser lido! Recontá-lo é estar a privar a pessoa de viver a experiência, de entrar naquele mundo, ouvir aquelas palavras. Uma coisa é resumir um livro e escrever uma opinião mas recontá-lo?! Blasfémia.

Mas, o que fazer quando a pessoa não quer ler mas quer saber a história? Quer ver o filme mas não ler o livro? É justo forçar alguém a ler? É justo privar alguém de uma história só porque não gosta de ler?

A experiência tem sido enriquecedora e positiva. Não só passamos algum tempo a falar de algo que não é propriamente sobre nós e a vida real, como me obriga a ter cuidado com a forma com o que conto. Também ao ler, além do meu entusiasmo natural com a leitura, sinto-me responsável e obrigo-me a manter focada nas partes que mais tarde irei recontar.

A história que ele ouve tem a minha voz, é o "The Last Hour of Gann" recontada por mim. É a minha visão sobre o que li. Não é igual ao livro, mas entretém.

Então: Porque somos tão duros quando os filmes e séries não são iguais ao livro? Se puderem oferecer algum entretenimento a alguém, que de outra forma não teria acesso à história, porque não? E, o acto de recontar, como era nos tempos dos nossos avós, não deveria voltar a ser visto com algum respeito?

Comentar:

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2005
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D