Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Telmixa

Mix de leituras, organização, tv, filmes, tecnologia e de mim, claro!

Telmixa

Mix de leituras, organização, tv, filmes, tecnologia e de mim, claro!

Clube de Sangue

Resumo: Alguns meses passaram e a relação de Sookie e Bill arrefeceu um pouco. Ele não larga o computador e é por acidente que Sookie descobre o que ele está a fazer. Ele acaba por confessar: tem uma missão secreta, para a rainha do Louisiana. Logo depois ele desaparece e Sookie fica com um dilema: foi raptado ou deixou-a?
Decide então procurá-lo, e dirige-se para Jackson, seguindo uma pista. Após várias aventuras no Clube de Sangue, ao lado do belo Alcides, descobre Bill e salva-o. Mas isto não signifique que ela também não precise de protecção. E os sarilhos seguem-na até casa... 

Crítica: Bem me tinham dito que os livros iam melhorando com a continuação da saga e este Clube de Sangue é a prova disso mesmo. Mais excitante, com mais sangue, mais peripécias, mais Sookie como a improvável heroína. Tenho pena que ela veja a telepatia dela como um defeito e não como um dom. As conversas são apenas percursores de momentos de acção não havendo por isso momentos mortos.
O mundo dos supernaturais abre-se completamente. Também eles têm uma hierarquia e os lobisomens consideram-se os mais puros daqueles que se transformam. É uma história que nos deixa a salivar por mais. Venha o próximo! 


Pontos Positivos: Mais supernaturais: metamorfos, lobisomens e "indefinidos"? A hierarquia vampírica: os Xerifes governam áreas que são agrupadas em reinos. Eric e Alcides, adorei-os! 


Pontos Negativos: Bill. O Clube de Sangue em si pareceu-me fantasia a mais... 


Expectativa e estado de espírito: Muito ansiosa porque desconhecia a história e satisfeita com a leitura. O Alcides, personagem que eu tinha decidido de antemão não gostar, acabei por adorá-lo, por ser tão humano e real. Logo, estou 100% satisfeita. 


Fez-me reflectir sobre: Até que ponto conhecemos bem alguém. Que existem mais peixes no mar. Na emancipação da Mulher.


Nota: O blog Sangue Fresco está a promover uma leitura conjunta deste livro. Para saber mais, aqui.

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2005
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D