Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Telmixa

Mix de leituras, organização, tv, filmes, tecnologia e de mim, claro!

Telmixa

Mix de leituras, organização, tv, filmes, tecnologia e de mim, claro!

Balanço de 2011: personagens masculinas

Escolher as minhas personagens masculinas favoritas deste ano não foi difícil mas escolher as suas personificações humanas (para aqueles que ainda não as têm) foi. Houve muitos candidatos, muitas boas escolhas das quais desisti depois, outras tantas que seriam perfeitas para outras pessoas mas não para mim. Por isso preferi escolher aqueles que mais se parecem com o personagem que imaginei enquanto lia.

Lord Conall Maccon

Saga “The Parasol Protectorate” (Soulless)

Livros 2011 (5)

Imagens daqui e daqui

Lord Maccon é o lobisomem Alpha da alcateia de Londres e chefe do BUR (Bureau of Unnatural Registry). Tem por isso a capacidade de transformar apenas a sua cabeça em lobo, mantendo o resto do corpo com forma humana. Tem cabelo escuro e olhos castanhos quando está sem os poderes sobrenaturais e amarelos quando os tem. É grande, forte e deixa escapar, por vezes, o seu sotaque escocês.

Para o representar escolhi o modelo inglês David Gandy, conhecido pelos anúncios da Dolce e Gabanna, porque tem um ar elegante, necessário para vestir bem fatos da época vitoriana,  mas tem ao mesmo tempo um ar muito masculino e sedutor.

Lucivar Yaslana

Trilogia “As Jóias Negras” (Filha do Sangue, Herdeira das Sombras, Rainha das Trevas)

Lucivar

Imagens daqui e daqui

Ele foi o meu personagem favorito das Trilogia das Jóias Negras. O sofrimento a que foi submetido, o guerreiro em que se tornou, a sua capacidade de resistência ao sofrimento INCRÍVEL, as suas fabulosas asas negras, fizeram-me ansiar por mais e mais Lucivar, que não foi suficiente, na minha opinião. A sério, ele tem asas negras, melhor que isto é impossível.

Depois de muita procura encontrei finalmente alguém com a imagem muito parecida à imagem que criei do Lucivar, o modelo Baptiste Giabiconi. Este belo rapaz é o actual coqueluche do Karl Lagerfelt.

Noah e Zane

Trilogia “The Succubus Diaries” (Foreplay / Gentlemen prefer Succubi / Succubi like it hot)

Noah e Zane

Imagens daqui e daqui

Jackie é uma succubi que tem dois criadores: um anjo e um vampiro. Em termos mitológicos eram ambos anjos mas que seguiram caminhos (decadentes) diferentes. Noah é um anjo condenado a viver na Terra e a fazer sexo uma vez por mês. É lindo e loiro e angelical ao mesmo tempo que é muito sensual. Zane é um vampiro, perigoso e  muito misterioso. Ele esconde por debaixo da sua gabardine as suas belas asas negras.

Escolhi para o Noah o actor Jesse Spencer, conhecido pelo seu papel na série  de TV “Dr. House” e o para Zane o actor Taylor Kitsch que fez de “Gambit” no filme “Wolverine”. Ambos são homens muito bonitos e ambos parecem ser dois opostos da mesma moeda.

Prior Phillip

Os Pilares da Terra Vol. II

prior-phillip

Imagem daqui.

Destaco o prior Philip porque foi o meu personagem favorito do início ao fim do “Os Pilares da Terra”. Adorei a sua inteligência e a forma ardil com que deu volta a situações tão difíceis sem comprometer os seus valores ou moral.

Na série foi representado pelo o actor Matthew Macfadyen, que inicialmente me provocou alguma desconfiança (tinha as expectativas muito altas) mas que acabou por o interpretar muito bem.

Rhys Trahaearn “The Iron Duke”

Saga “The Iron Seas” (The Iron Duke)

Livros 20111

Imagens daqui e daqui

O Gerald Butler entrava em quase todas as listas de candidatos a personagens que “googlei”. Bastava perguntar sugestões e havia sempre alguém a dizer “e que tal o Gerald Butler? de kilt? Nú?” Bem, tendo em conta o tamanho e versatilidade do actor acho que ele faria um perfeito Rhys.

O Rhys Trahaearn não é o personagem masculino mais agradável de se ler, ou o mais sedutor, mas ele tem algo de magnético no seu silêncio e na sua bruteza que o torna irresistível. É persistente, forte e um ex-comandante de um navio pirata. E por tudo isso é que é um dos meus personagens favoritos.

Archimedes Fox

Saga “The Iron Seas” (Heart of Steel)

Livros 2011 (6)

Imagens daqui e daqui

O maior aventureiro da saga “The Iron Seas” chama-se Arquimedes Fox. É atraente, charmoso, divertido e destemido. É viciado em adrenalina e tem uma coleção enorme de casacos vistosos. Também é uma super-estrela porque as suas aventuras, escritas pela irmã, são conhecidas em todo o mundo livre da Horde. O melhor é mesmo o seu sentido de humor.

Apesar de o Josh Holloway ser um bocadinho mais velho do que o Arquimedes que eu imaginei, é aquele que talvez o melhor conseguiria interpretar. Bastava aparecer, ser divertido e charmoso, pois bonito e atlético já ele é.

Jamie Fraser

Outlander – Nas Asas do Tempo

Livros 2011 (7)

Screencap daqui e imagem daqui

Ai a escolha mais difícil de todo o sempre…

Jamie Fraser foi um dos heróis românticos mais apaixonantes que eu li DESDE SEMPRE! Ele é o “prato completo” de tão perfeito que é. É descrito como alto, escocês e ruivo, masculino, com sobrancelhas grossas mas com um olhar meigo e com um sorriso “maroto”. Digo-vos, tal homem não existe e nunca irá existir porque iria destruir o gosto para outros homens.

Depois de MUITO pesquisar, decidir e testar várias hipóteses escolhi o moreno Henry Cavill para o meu Jamie, porque de certa forma (o olhar acho eu) foi aquele que mais se aproximou do Jamie Fraser que imaginei. Agora ponham-no ruivo e façam o filme!

Eric Northman

Saga Sangue Fresco (Laços de Sangue, Sangue Mortífero e Segredos de Sangue)

Livros 2011 (8)

Imagens daqui e daqui

Eric Northman é o melhor anti-herói romântico de sempre! Um vampiro viking com mais de 1000 anos, que era um guerreiro durante a sua vida e um empresário em Shreveport na sua morte. Ele é muito alto, loiro de cabelos muito compridos, forte, líder, perigoso e terrivelmente bom entre os lençóis, segundo a Sookie Stackhouse. É tão complexo como é velho e o meu personagem masculino favorito nos livros Sangue Fresco.

Ele é interpretado na série de tv “True Blood” pelo actor sueco Alexander Skarsgard e ele é tão perfeito como Eric Northman que é quase impossível encontrar fanart que não tenha a cara dele a personifica-lo.

Próximo post: Balanço de 2011: as estantes.

11 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2005
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D