Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Telmixa

Mix de leituras, organização, tv, filmes, tecnologia e de mim, claro!

Telmixa

Mix de leituras, organização, tv, filmes, tecnologia e de mim, claro!

Novidades sobre a cozinha

Depois do anúncio (agora reconheço que foi um pouco prematuro) que ia comprar uma cozinha IKEA, da linha Fyndig, venho agora dizer que mudei de ideias e optei por comprar uma cozinha da Leroy Merlin. O que se passou foi o seguinte:

  • Primeiro montei a cozinha no software do IKEA e dei uma vista de olhos às alternativas MAS convenci-me que o Ikea seria a minha melhor opção preço/qualidade.
  • Fui ao IKEA, escolhi a opção mais barata que tem a desvantagem de ser modular. O que é que isto significa? Que, por exemplo, em termos de largura, só tinha duas opções: móveis de 40 cms ou de 80 cms.
  • Quando o senhor foi à minha casa rectificar medidas chegou-se à conclusão que me faltaria 2 cms para colocar a máquina de lavar loiça. Depois o senhor repetia exaustivamente: "Se fosse Faktum, era mais fácil, tapava esse buraco aí, agora esta fica assim, com esse buraco." E quando dei por mim via buracos em todo o lado: ao lado do fogão, entre a máquina de lavar loiça, nos móveis superiores... Iria ficar uma cozinha "Lego" e pouco bonita. A dúvida começou a instalar-se na minha mente: "Será que ao fim de tanto tempo é só isto que eu consigo pagar? Uma cozinha mal acabada?"
  • Decidi ver alternativas, como em espaços dedicados a este tipo de fabrico e construção, mas que infelizmente superavam em 1.000,00€ o que eu tinha escolhido no Ikea.
  • Entretanto, em conversa com uma amiga minha no comboio, ela sugeriu o Leroy Merlin. "Não vês aquelas cozinhas giríssimas que eles metem no "Querido, Mudei a Casa"? são todas de lá. Vai lá ver."
  • Quando cheguei ao trabalho, fui ao site da Leroy Merlin e fiquei surpreendida com o upgrade que tinha sofrido: não só tinha mais variedade de escolha como tinha os valores de todos os módulos das suas cozinhas à disposição, mais respectivos valores.
  • No fim-de-semana seguinte, já com o trabalho de casa feito, dirigi-me à Leroy Merlin de Almada onde pude retocar o desenho que levava comigo e fazer mais algumas alterações. A senhora que me recebeu foi uma simpática, que deixou o marido à espera, para ainda fazer o meu orçamento. Dois dias depois recebia uma boa surpresa por email: toda a cozinha era 300€ mais barata (e sem buracos) e o transporte com a respectiva montagem fica 250€ mais barata que no Ikea. Escolhi também o modelo mais barato mas podia me ter esticado para o modelo acima, se quisesse.
  • Apesar de ter feito algumas tentativas de telefonicamente marcar a rectificação de medidas, só hoje é que o consegui fazer porque fui mesmo à loja fazê-lo.

Assim sendo, as cenas do próximo capítulo, serão a rectificação de medidas que ainda será num dia a decidir. Depois disso, se tudo correr bem, compra e montagem da minha cozinha Leroy Merlin.