Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Telmixa

Mix de leituras, organização, tv, filmes, tecnologia e de mim, claro!

Telmixa

Mix de leituras, organização, tv, filmes, tecnologia e de mim, claro!

Ninguém mudou de signo, tá?

Anda tudo em furor com a notícia desta semana sobre que a astrologia está errada e que, todos somos de outro signo que não aquele que afirmamos ser desde que nos conhecemos. Mas vamos por partes:


Eu, que li na adolescência todos os livros da Biblioteca sobre astrologia acho que, acreditar nela como ciência ou seja de que forma for, é uma parvoíce.


A astrologia como sistema serviu como base, durante muito tempo, para conhecer o céu e o mundo. Que melhor forma, de se conhecer as constelações e a forma como o céu e os astros se movimentam, do que lhe atribuir nomes e símbolos de deuses, elementos da natureza e tudo mais para passar essa informação?


Mas, com a ciência moderna percebeu-se que todos os conhecimentos que passaram de geração em geração até aos dias de hoje não estavam correctos. A astrologia não estava correcta.


No artigo de que toda a gente fala, Park Kunkle fala que já é conhecido há 2000 mil anos o movimento do eixo da Terra, logo continuar a acreditar-se que se pertence a um certo signo está errado. O cientista tem razão. Nem precisamos de ir tão longe: Quem mora no hemisfério Sul é influenciado de forma totalmente diferente pelos astros. E quando Plutão deixou de ser planeta?! Mais e mais argumentos podem ser lidos aqui.


Por isso, acreditar na astrologia como ciência influenciatória da personalidade é uma parvoíce pegada. Maior ainda se acreditarmos que influencia o dia, o ano, o mês que aí vem.


 


Posto isto, o senhor cientista propõe um sistema novo de classificação dos signos e o povo passa-se: então já não sou Caranguejo? Nunca serei Gémeos! Gosto de ser Escorpião não quero ser Serpentário? Que raio é o Serpentário??


 


O estranho nesta história toda é a proposta do novo sistema pelo cientísta. Não deveria o senhor cientísta deixar ao critério dos astrólogos reformular o sistema e adoptar o novo signo? Afinal, se não acredita, não acredita e pronto! Não vai se pôr a inventar! O sistema proposto serve apenas para ridicularizar a astrologia e funciona. No entanto, na minha opinião, saíu-lhe o tiro pela culatra. É igual como um ateu estar a propor aos cristãos que a missa devia ser aos Sábados e não Domingos, porque houve uma má interpretação da Biblia.


 


Por isso, quando há uns anos Plutão deixou de ser planeta (acho que já voltou a ser entretanto) os astrólogos mantiveram-no como corpo celeste influenciatório no mapa astral, mesmo este tendo sido desconhecido até 1930. Ora se há 2000 anos que conhecemos que o eixo da Terra inflencia sobre que signo o sol está quando nascemos e na astrologia nada mudou, porque raio ia agora mudar? Porque um céptico se pronunciou sobre algo que se baseia na crença?


 


Na minha opinião não há nada a discutir nem a averiguar: Sou Caranguejo e hei-de continuar a sê-lo.


 


Nota: depois de ter escrito este texto, já sairam alguns esclarecimentos sobre o assunto que apaziguam os mais assustados, informando que os signos não mudaram e porquê.