Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Telmixa

Mix de leituras, organização, tv, filmes, tecnologia e de mim, claro!

Telmixa

Mix de leituras, organização, tv, filmes, tecnologia e de mim, claro!

Da compra de um colchão à compra de uma cama

Ontem fui ao IKEA com a minha amiga Cristina para ver a promoção dos colchões. Até ao dia 25 de Fevereiro o Ikea está com a promoção de 20% em vales Ikea Family a quem comprar um colchão de molas.


Antes de ir fiz uma pequena pesquisa de mercado online sobre os colchões IKEA e o feedback foi muito negativo, com algumas excepções. Isso e uma pesquisa online, tudo me indicava que comprar um colchão IKEA seria um erro. No entanto os preços deles são muito atractivos e não resisti a ir ver.

Seguindo o conselho do meu irmão, medi primeiro o tamanho do interior do meu carro e depois metemo-nos a caminho. A minha experiência de ir ao IKEA (loja física) é muito limitada: normalmente vou de manhã quando estou de férias, o que significa poder ver com calma a exposição, sem ter de "lutar" com os outros visitantes por alguns segundos a analisar uma peça. Ontem era um sábado à tarde em início de mês, estava demasiada gente lá dentro. Graças à boa disposição da minha amiga, consegui chegar à secção dos colchões. O colchão que eu tinha em mente é o mesmo que está na imagem, mas com as medidas de 140x200cm, por 279€, firme. Após algumas dúvidas tiradas, decidi compra-lo. A promoção ofereceu-me 55,80€ em vales IKEA que posso gastar até ao dia 31 de Maio.

 

Uma cama de ferro

Há muito tempo que eu queria uma cama de ferro e o IKEA tinha a Leirvik que além de ser a imitar as camas de ferro, tem aquele ar todo romântico e girly que adoro. Qual não foi a minha surpresa quando cheguei à secção das camas reparei que a cama Leirvik, que estava no website a 238,99€, custava apenas 74,98€.

Há dias tinha reparado que a dita cama tinha passado dos seus normais 89,99€ para mais de 200€ e eu não percebia porquê. Agora imaginem o meu choque quando lá cheguei e vi este preço. Algumas perguntas mais e decidi levar a cama. Na altura reparámos que a cama da exposição tinha um estrado de ripas simples, o Sultan Lade. O que eu tinha na minha lista de compras era um de um valor muito superior, o Sultan Laxeby. Esta é a diferença entre ambos:

Para a cama em questão precisava de dois estrados, o que significava uma diferença de preço de 27,98€ para 149€. A minha amiga perguntou-me: "Porque é que queres levar o estrado mais caro?" Para mim a resposta parecia obvia, porque era melhor. "Mas é apenas um estrado para segurar o colchão e até é o mais barato que até está naquela cama e tudo." E eu: "Mas este dá para regular o colchão em altura e tudo" e ela "Aquele parece estar bem alto com aquele estrado". Após mais algumas perguntas ao muito paciente funcionário na secção dos colchões, que se manteve muito neutro, decidi trazer os estrados mais baratos.

Quando cheguei a casa, voltei ao website do IKEA e fui ver novamente o preço da cama, quando reparei num detalhe que me tinha escapado antes:

 

O aumento do preço da cama devia-se ao facto do IKEA a estar a vender juntamente com o estrado Sultan Laxeby. Somando os 89,99€ da cama aos 149€ do estrado, resulta no actual preço da cama.
Aliás, verifiquei se o mesmo acontecia nas outras camas e o IKEA sugere quais são os estrados ideiais para cada cama. Os estrados que comprei não são sugeridos para esta cama. Aliás, alguma pesquisa depois percebi que um dos problemas de alguns estrados IKEA é que costumam escorregar e cair das camas. Talvez daí terem decidido sugerir que estrados deve o cliente comprar para cada cama.
Neste momento ainda não montei a cama e tenho 90 dias para decidir e efectuar a troca mas estou extremamente inclinada para ir trocar os estrados que comprei por aqueles que queria inicialmente. Não quero passar as minhas noites a cair da cama.

 

 

3 comentários

Comentar post