Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Telmixa

Mix de leituras, organização, tv, filmes, tecnologia e de mim, claro!

Telmixa

Mix de leituras, organização, tv, filmes, tecnologia e de mim, claro!

Destaques - Semana de 13 a 29 de Janeiro

Pessoal


Então esta semana lá me resolvi e fui cortar o cabelo. Deuses, foi um corte e tanto. A Sallete (a minha cabeleireira vegan de 62 anos) fez-me um corte todo estiloso ao qual não me consigo adaptar. O que eu quero mesmo é o meu cabelo comprido de volta.


 


Depois de muito ponderar os pós e contras lá comprei um netbook Samsung N150, que me custou um terço que o meu Toshiba há 4 anos atrás e é, em muitos aspectos, superior. Fora que é bem pequenino e assim posso levá-lo comigo para todo o lado.



 


Bateram-me no carro. Uma valete amolgadela nas portas do lado do condutor. Amanhã tenho que ligar ao mecânico e marcar a peritagem.


 


Amigas: Uma amiga minha está a passar por uma situação complicada e pensei a semana toda nela. Outra amiga minha fez a escritura da casa nova dela e está tudo bem com ela e o bébé o que me deixa muito feliz. A minha amiga que está em Inglaterra ligou e está tudo fixe com ela. Eu nunca lhe digo mas morro de saudades dela.


 


Andei de mau feitio desde quarta-feira o que culminou com uma enxaqueca na sexta e sábado que me rebentaram completamente com os planos para o fim-de-semana.


 


De um modo geral ando muito cansada e só penso em férias mas já ando a poderar em vez de tirar uma semana por altura do Carnaval, tirar apenas de 7 a 12 de Março, semana em que dá os Óscares e vem cá a Charlaine Harris.


Livros


Terminei o "Sangue Oculto" que adorei e a escritora Charlaine Harris vem cá dia 12 de Março. Mal posso esperar!!


Comecei e terminei o "A arte de fazer listas". Um dos piores livros que eu tive a infelicidade de comprar.


Quero muito ler o "Expiação".


 


Cinema e Televisão


Vi o Avatar e é liiiiindo! Eu não quero saber a opinião das outras pessoas. Para quem o compara ao Pocahontas, eu adorei o Pocahontas! Por isso que se lixe. Passei a semana toda a sonhar com Pandora. A mensagem ecológica é muito forte e como no Distric 9, os humanos são os maus da fita. Melhor seria impossível! Adorei!!



 


Assisti à carpete vermelha dos SAG Awards para ver o cast de True Blood e pouco vi. Recolhi apenas algumas fotos no dia seguinte. Mas é sempre excitante ver estes eventos, é o meu guilty pleasure.


 


Li o milhão e meio de spoilers sobre a 3ª temporada do True Blood mas destaco este:



 


Fiquei a saber que tinham feito um filme do "Veronika decide morrer", o livro que me deu a conhecer o Paulo Coelho.



Falta dois dias para a última temporada de Lost começar e toda a semana andei em contagem decrescente e a fazer um esforço medonho para não ler ou ver spoilers. Mesmo assim acabei vendo os primeiros 4 minutos do primeiro episódio e quase que comecei a chorar logo ali. Não vai ser fácil. Aquilo que eu mais desejo para esta última temporada? Que o Sawyer não morra.


 


Vi os dois primeiros episódios de Spartacus e gostei. É violento, sangrento e tem sexo. E alguma história. é o que interessa. Gostei.


 


Relembrei o quanto adorei o filme Atonement que tem como um dos protagonistas o James McAvoy, um nome a reter...



 


Banalidades e outros


Confundi a Jessica Lange com a conhecida personagem de Angela Lansbury em "Crime, disse ela", Jessica Fletcher. Fica aqui a minha redenção e a prova que agora sei que são senhoras diferentes.


 



Jessica Lange



Jessica Fletcher



 


Eu não gosto de chocolate e como andava de mau humor, não consegui refrear o mau feitio e passei-me quando me mandaram uma foto de um gajo todo giro no facebook a lamber os dedos cheios de chocolate. A sério, nojento e sacrilégio!! Só há 1 coisa com chocolate que eu gosto, que é isto:



 


E pronto, fica aqui o meu desejo de conseguir fazer estes destaques todas as semanas. Diverti-me a fazer estes...


 


 


 


 


 

A arte das listas - Simplificar, Organizar e Enriquecer a sua vida

Por se tratar de um livro de ajuda, reflexão e transmissão de ideias, opto pela sinopse e não pelo resumo. 

Sinopse:  E se experimentasse fazer listas? «As listas são um suporte indispensável para organizar as tarefas do quotidiano e constituem também um dos meios mais acessíveis, mais divertidos e mais eficazes para se libertar interiormente.» Um guia prático: como organizar melhor o quotidiano (a lida da casa, as refeições, os convites para jantar, as contas, os presentes, as malas das férias…) a fim de ter tempo para si? E simultaneamente convite lúdico para explorar de forma escrita, e poética, o essencial: criar o seu próprio «caderno de listas» é aprender a clarificar o espírito, a afinar os gostos, a enriquecer a vida interior. Apoiando-se em dezenas de exemplos precisos, este guia apresenta todos os conselhos, todos os truques para se apropriar desta verdadeira arte de bem viver. 

Crítica: Quando o comprei procurava mais informação sobre como organizar o meu trabalho e como estava curiosa sobre o método do Getting Things Done e este livro dedica  um capítulo a esse método, achei que seria uma boa leitura. Não gostei nada e foi provavelmente uma das minhas piores aquisições dos últimos tempos. A autora é monótona e nada cativante na sua escrita. É uma boa investigadora e dúvido que haja muita informação sobre listas, mas ela conseguiu bastante. Só que, como não tem nenhuma teoria formulada, todo este livro parece uma manta de retalhos de informação. Se este livro tivesse um formato de um blog, seria perfeito: não se espera qualidade de escrita, nenhuma teoria a desenvolver, apenas a compilação de informação. Mas não o é! E como livro é pobre na sua forma, com capítulos em que é claramente visível de que foi escrito primeiro o tópico e depois desenvolvido o texto para encher! É só palha! Então os últimos capítulos mais virados para a auto-ajuda, são de brandir aos céus de tão maus que são.
No entanto, acho que não falha o seu objectivo: falar sobre listas e o quanto estas podem ser úteis na nossa vida. As referência bibliográficas, excertos, poemas e sugestões de listas são muito interessantes, assim como a perspectiva sobre a cultura japonesa. Para mim bastar-me-ia ter lido isso apenas e saltar as partes escritas pela autora.  

Pontos Positivos: As sugestões de listas. As citações e a pesquisa feita para o livro. 

Pontos Negativos: A escrita da autora, a estrutura do livro e a falta de uma perspectiva comercial , de negócios, sobre o assunto.   

Expectativa e estado de espírito: Eu comprei este livro por razões erradas, que na altura me pareciam certas, e acabou por ser uma escolha pobre que não me deu nada daquilo que eu procurava. Li-o quase obrigada, por peso nas consciência de ter gasto dinheiro nele e não o conseguir ler. 
  
Fez-me reflectir sobre: Nada. Só queria acabar a porcaria do livro.

O uso do twitter na sala de aula

 



 


Eu já tinha visto este email há muito tempo mas acabei por me esquecer dele por completo, sem o ter colocado aqui. Achei-o muito interessante principalmente porque, conhecendo as dificuldades que os professores portugueses têm com tudo o que seja tecnológico, esta aula parece ficção científica ainda a anos-luz de distância.

Sangue Oculto

Resumo: Depois da festa de passagem de ano, Sookie dirige-se para casa e encontra Eric a correr sozinho na estrada que vai dar a sua casa. Está descalço, sem t-shirt, veste apenas umas jeans e, pior que tudo, está sem memória de quem é ou o que faz aí. Depois de o levar consigo para casa há que descobrir o que se passa com ele. Sookie, Pam e Chow decidem que é melhor que Eric fique escondido em sua casa até que se descubra o que aconteceu. Jason decide pedir um pagamento pelo "favor". Mas no dia seguinte Jason desaparece misteriosamente e a dúvida surge: será que o desaparecimento de Jason está relacionado com as bruxas que tentaram usurpar os negócios a Eric? Estas bruxas são um perigo para as várias comunidades de sobrenaturais existentes: São bruxas lobisomens que consomem sangue de vampiro. O confronto é inevitável e vai obrigar que as duas comunidades, vampiros e lobisomens se unam para as derrotarem. Mas mesmo depois da luta, descobrir quem levou Jason não vai ser tarefa fácil. Por outro lado, a amnésia de Eric permite que ele e Sookie se aproximem como antes não tinha sido possível e tudo parece ter sido um belo sonho quando este recupera a memória, pois não se lembra de nada do que aconteceu.

Crítica: Acho que tenho que deixar de minimizar a escrita da Charlaine Harris, por ser tão simples e acessível, porque ela consegue, com palavras simples e acessíveis escrever de uma forma que emociona e prende. Divertido (como os anteriores), comovente, cheio de clichés românticos mas deliciosos, tem momentos de grande intimidade entre personagens como já pouco se encontra nos livros. Eric  está para a Sookie do lado oposto que Bill: eles conversam, ele ouve-a, não a pressiona. É o verdadeiro Eric? É o Eric sem ser vampiro? Ou o Eric antes de mil anos de vida? A honestidade é a qualidade que existe em ambos os Eric, mas o amnésico, talvez por não conseguir medir a extensão dos seus actos, demonstra o que sente de uma forma aberta e inocente, parecendo um adolescente apaixonado pela primeira vez.
Também outros pretendentes de Sookie marcam a sua presença: Sam, com o seu apoio incondicional e carinho constantes, Alcide com o seu calor e entusiasmo e um novo possível pretendente sobrenatural. Bill aparece pouco e só posso dizer que é um alívio, pois é um personagem desinteressante. No geral, o Clube de Sangue tinha um enredo de crime e mistério mais interessante mas este Sangue Oculto apresenta umas cenas de batalha muito mais excitantes de ler. Os vilões são mulheres e bastante mortíferas! Também foi o primeiro livro que fez o encadeamento entre o terceiro volume, fechando algumas dúvidas que tinham surgido (como é que Bubba conseguiu entrar no apartamento de Alcide sem ser convidado) e abrindo novos mistérios para resolver em livros seguintes. 


Pontos Positivos: A cena do chuveiro!! A Pam que nunca desilude! Talvez a melhor vampira da saga.  A promessa de Eric a Sookie antes da luta, é absolutamente de partir o coração aos bocadinhos. 


Pontos Negativos: A Sookie lembrar-se constantemente de Bill. O pouco uso que a Sookie fez da sua telepatia neste livro. 


Expectativa e estado de espírito: De todos os livros da saga Sangue Fresco, este era aquele que eu mais desejava ler. Sendo uma grande fã do Eric Northman, tanto nos livros como na série, e sabendo que as fãs americanas lhe chamavam O LIVRO, a expectativa era grande. Posso dizer que superou bastante a expectativa que dele tinha. Também é importante dizer isto: como é que a Charlaine Harris escreve um personagem assim: loiro, alto, belo, poderoso, viking, com mil anos de idade e "joie de vivre", apaixonado e bom amante, e depois dizer que não entende o fascínio dos fãs em relação a ele? Pena já não me lembrar onde é que ela disse isso... mas a sério, ela recentemente disse que iria fazer a releitura de toda a saga para se preparar para os 3 últimos volumes e espero que ela veja o que todos nós fãs vemos! Se há personagem que mereceria um spin-off, seria ele que eu gostaria de continuar a ler. 


Fez-me reflectir sobre: Até que ponto seria complicado mudar-me para a Suécia para conhecer um "viking" como o Eric! A luta pelo poder que não olha a meios para atingir o fim.

Material informático obsoleto: o que fazer?


 


Esta semana andei em arrumações lá no escritório e constatei que ainda tinha material informático que já não utilizávamos e outro que estava avariado, à espera de ter um fim. O que fazer?


Após pesquisar no google e inclusivé nos sites das marcas do material, por uma forma de recolherem no escritório este equipamento, senti que não encontrava uma solução viável.


Há a Valorsul, que encontrei através  página da Câmara Municipal de Lisboa, para onde se pode ligar (a horas úteis) para marcar a recolha do material. De certeza que quase todas as Câmaras Municipais deverão ter na sua lista de contactos as empresas que fazem um serviço semelhante à ValorSul.


Mas foi o meu chefe que, graças aos seus contactos pessoais, acabou por encontrar a solução.


Por isso, partilho aqui o contacto de duas instituições de solidariedade social que ficarão com o vosso material informático ou electrónico obsoleto:


 


A BUS - Bens de Utilidade Social é uma associação de solidariedade social que visa apoiar - fornecendo bens essenciais de carácter não alimentar - instituições de solidariedade social do distrito de Lisboa. Estas entidades podem apetrechar as suas próprias infra-estruturas - Lares de idosos, Centros de actividades operacionais, Centros de dia, etc., - ou disponibilizar vários tipos de bens aos seus utentes.


Normalmente a BUS só aceita material que ainda funciona e fazem a recolha junto dos doadores. Todas as informações pode ser encontrada no site deles.


 


O Banco de Bens Doados está ligado à ENTREAJUDA e destina-se a fazer chegar às instituições que apoia produtos não alimentares doados por empresas e particulares. Estes produtos podem ser utilizados na própria instituição ou encaminhados para as famílias beneficiárias. Aceitam bens mesmo que já não estejam a funcionar e também fazem a recolha junto da entidade.


 


Marquei a recolha com o Banco de Bens Doados para 2ª feira, no meu escritório, na mesma tarde em que os contactei.

Pág. 1/2