Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Telmixa

Mix de leituras, organização, tv, filmes, tecnologia e de mim, claro!

Telmixa

Mix de leituras, organização, tv, filmes, tecnologia e de mim, claro!

A Dália Negra


Li no fórum Bad Books Don't Exist uma crítica sobre o livro "A Dália Negra" e fiquei muito intrigada pela história. Não me lembro da última vez que li um romance policial...
Para meu espanto, dois dias depois, vejo no magazine Bastidores, da TV 2: uma apresentação do filme baseado na obra. Acho que foi o suficiente para me convencer a comprar o livro e já comecei a ler. Queria terminá-lo antes de ir ver o filme, que já ouvi dizer, que é muito bom.

O Sorriso das estrelas

Para quem conhece os livros de Nicholas Sparks sabe que acabei de ler um livro muito romântico. E assim foi!
A história é sobre duas pessoas cuja vida mudou bruscamente com os respectivos divórcios e que se conhecem durante uma tempestade.
Pode até parecer banal, mas a forma intimista como é contado faz toda a diferença.
Não foi nada bom para este coração solitário ler frases tão românticas mas não foi esse facto que diminuiu o livro, que é muito bom.
Qualquer livro deste autor vale a pena ler.

Nota: oferecido pelo meu amigo Nuno "Ovelha".

Delta de Vénus

O que é que Maria de Medeiros, Orquídea Selvagem e este livro têm em comum? Se responderam sexo... hum, também!
A resposta certa será Anaïs Nin. Vejamos:
  1. Maria de Medeiros interpretou, no filme Henry and June, a escritora Anaïs Nin.
  2. Zalman King, realizador de "Orquídea Selvagem", também realizou um filme com o nome Delta de Vénus, inspirado neste livro.
Adorei este filme (que nunca mais vi desde que o meu vídeo avariou). E li o livro a primeira vez quando uma amiga minha o descobriu na Biblioteca Municipal de Beja. Como o tinha que o devolver e era uma edição antiga, já tinha perdido a esperança de o voltar a ter.
Qual não foi o meu espanto quando vi esta nova edição à minha espera na livraria onde ia todos os dias!!!!!
O que é que tem de especial para além de um livro sobre fantasias sexuais? TUDO!! Adoro-o porque não é escrito de uma forma pretenciosa, como muitas mulheres hoje o fazem quando escrevem sobre as suas fantasias.
É poético e envolvente. É resultado de um pedido especial. Um velho Colecionador de leitura erótica / pornográfica encomenda a Henry Miller (escritor e amante de Anaïs) histórias do género. Ele não tem tempo e ela escreve no lugar dele. As histórias que aqui surgem foram encomendadas ao velho colecionador. O prefácio do livro explica tudo isto.
Mas há muito mais do que isso:
Sentia-me cada vez mais triste, enervada, sequiosa de vida. Tinha a impressão que nada iria acontecer-me. Desejava desesperadamente ser uma mulher e mergulhar na vida.

- Eu sei - dizia-lhe ele - que tu és capaz de vários amores, e que eu serei apenas o primeiro; a partir de agora, nada te impede de alargares a tua experiência.


Estas, como outras frases... Elena assim como outras personagens... todo uma época revista de uma forma aberta, sem falsos moralismos...
Anaïs Nin, mesmo depois da sua morte continua a ser notícia. Li, há pouco tempo na revista sábado, um artigo que falava que Anaïs tinha sido bígama.
E ela deixou uma obra única, difícil de igualar.
Deixo aqui alguns sítios interessantes:
Delta of Venus
Delta de Vénus