Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Telmixa

Mix de leituras, organização, tv, filmes, tecnologia e de mim, claro!

Telmixa

Mix de leituras, organização, tv, filmes, tecnologia e de mim, claro!

Sangue Furtivo

Resumo: Na pacata localidade de Bon Temps um caçador furtivo anda a disparar contra os metamorfos e a comunidade de metamorfos de Hotshot desconfia que poderá ser Jason, já que ele foi mordido contra a sua vontade e por isso se metamorfoseia em noites de lua cheia. Por outro lado, o líder dos lobisomens morre e outro terá de ser eleito. Um dos candidatos é o pai de Alcide Hervaux e este pede ajuda a Sookie para descobrir se há tentativa de batota por parte do outro candidato. Sookie não gosta de ser usada por Alcide e a relação de ambos amarga. Depois alguém pega fogo à casa de Sookie mas esta é salva por Claudine. No dia seguinte leva um tiro e passa a noite no hospital, tendo Bill como companhia, apesar deste ter agora nova namorada. Sem casa e ferida, Sookie aceita ir viver para uma das casas alugadas de Sam onde é atacada pelo namorado vampiro de Tara. Depois disto tudo, Sookie vai assistindo à eleição do novo líder da alcateia e conhece Quinn, um tigre metamorfo. No fim descobre que quem lhe queimou a casa tinha sido um vampiro, que prometera matar Sookie, pois seria uma forma de tirar algo de importante a Eric.
Crítica: Em poucas palavras, este livro é uma confusão pegada. Passei metade do tempo a pensar que a escritora, Charlaine Harris, não tinha, de todo, definido um tema ou ideia principal e passamos o livro todo em ping-pong entre situações dramáticas. Nenhuma das situações é realmente desenvolvida como a principal e até mesmo o incêndio da casa da Sookie passa a ser pouco importante alguns capítulos mais adiante. O "Sangue Furtivo" foca mais as comunidades de metamorfos, lobisomens e panteras, empurrando os vampiros para um 2º plano.   
Expectativa e estado de espírito: Se este livro fosse lido sozinho, sem ter a noção que faz parte de uma saga, eu teria-o detestado. Eu li-o com noção que faz parte de uma saga e mesmo tendo lido os anteriores, não gostei dele. Os lobisomens e metamorfos são, na área da fantasia, o tipo da criatura que menos me interessa. E todo o livro foca estas criaturas e suas comunidades. Eric e Bill fazem a sua aparição somente como figuras secundárias. A Sookie está mais irritante que nunca e neste livro parece estar com uma espécie de disturbio hormonal que a faz flirtar com todos os pretendentes do livro. Beija o Sam, é atacada por Bill por ciúmes, é pedida em casamento por Alcide, Quinn lambe-lhe a perna, é beijada por Calvin Norris... A escritora disse, quando esteve em Portugal, que a divertia colocar a Sookie com vários pretendentes e neste livro o que não faltou foi diversão. Mas uma vez mais, só revela a inconsistência e falta de orientação que houve na preparação desta história.  
Pontos Positivos: O fim "chave de ouro".   
Pontos Negativos: Demasiados acontecimentos catastróficos, demasiados pretendentes, situações mal respondidas e fundamentadas.
Fez-me reflectir sobre: Nada.